Notícias

Escutas Setoriais indicam quais os problemas da mobilidade de Santo André

Primeira das atividades de participação social previstas no PlanMob Santo André, as reuniões de Escutas Setoriais já estão sendo realizadas na cidade. Iniciadas no dia 29 de junho e com previsão de término no final do mês de agosto, as reuniões estão ocorrendo virtualmente devido à Pandemia de Coronavírus, e estão sendo coordenadas pela Secretaria de Mobilidade Urbana – SMU conjunto com a consultoria responsável pela elaboração do Plano, a Oficina Consultores Associados.

As Escutas Setoriais estão sendo compostas por uma série de reuniões com representantes de organizações da sociedade civil, empresarial e do próprio estado, tais como associações, sindicatos, universidades, órgãos de imprensa, órgãos estaduais e outros departamentos da Prefeitura – identificados previamente como públicos de interesse – com o objetivo de ouvir suas demandas, críticas e sugestões a respeito da mobilidade do município. Ao todo, serão 15 Escutas Setoriais, com mais de 100 representantes de diferentes entidades.

As reuniões também servirão como atividade de imersão temática para os consultores, contextualizando-os sobre os sistemas de transportes da região, os órgãos envolvidos na sua gestão e operação, as políticas urbanas e de mobilidade vigentes, as características operacionais das ofertas disponíveis, das demandas, usos do solo, dos arranjos institucionais, entre outros pontos importantes. Assim, será formado um grande panorama do setor de transportes e de urbanismo da cidade, que servirá de ponto de partida para a elaboração do PlanMob Santo André e das investigações subsequentes que serão realizadas através de outras pesquisas quantitativas e análises de fontes secundárias de informações.

Após a análise das Escutas, serão consolidados os principais problemas da mobilidade na região, suas causas e efeitos, os pontos de maior relevância, bem como as concordâncias e discordâncias entre as visões dos diversos segmentos consultados. Estes apontamentos servirão como base para outras duas atividades de participação social: a primeira, ainda com caráter de compreensão da problemática, uma Audiência Pública de Diagnóstico, que será aberta a participação de toda a sociedade. A segunda, uma série de Workshops de Consolidação do Diagnóstico, que serão realizados com esses mesmos agentes para definição dos objetivos e diretrizes que deverão nortear a formulação dos cenários de intervenção do PlanMob e suas avaliações econômico e sociais.

 

Otávio SantanaEscutas Setoriais indicam quais os problemas da mobilidade de Santo André